10.12.14

Sobre Depressão e Melancolia - Sem medo de falar

Em uma conversa com uma amiga ela me relatou sobre melancolia, depressão e entendimento sobre o tratamento e a doença.
A Depressão e melancolia afetam muitas pessoas como essa minha amiga e, infelizmente muitas pessoas próximas, familiares e profissionais de saúde ainda não entendem e não respeitam pessoas que sofrem de Depressão e Melancolia.
Creio que em cada relato que recebo ( relatos corajosos) de pessoas que sofreram e ainda sofrem de Depressão e Melancolia sinto-me encorajado a estudar mais, esclarecer mais sobre o assunto, ajudar e respeitar as pessoas que convivem com essas enfermidades.
O entendimento da Depressão e Melancolia é uma ótima possibilidade para que as pessoas parem de julgar e interpretar de forma errônea sobre essas enfermidades.
Que esse relato e tantos outros possam um dia ecoar nos corações de todos nós e, que possamos ajudar mais do que julgar.

Segue o Relato:
Paulo, sobre esta questão de depressão crônica, vou te dizer em: eu me lembro de uma infância e uma adolescência bem melancólica. Aos 11 anos, tive uma febre reumática e chorei na escola todos os dias por um semestre. Então operei as amídalas e melhorei. Pelo que sei, febre reumática pode tb causar algum probleminha cardíaco (tomei remédio para isso por 10 anos) e depressão. 
Fui diagnosticada em 2004 e há uns meses a médica disse que 'cronificou'. Tenho acompanhamento psicológico no serviço público, felizmente uma profissional ótima. 
Tenho altos e baixos. A luta contra o que paira na minha cabeça é diária. No entanto, sei quanto minha vida custou para Deus e para meus pais, que se sacrificaram para que eu pudesse ser alguém decente. Por isso, jamais chegaria perto de pensar no pior. Sou grata a Deus. Tem gente que vive muito pior. E pronto... 
Digo isso só para você saber. Talvez seja útil para seu trabalho em algum momento. Abração!

Quem quiser passar seu relato fico à disposição: paulo.bregantin@superig.com.br
__________
- Paulo Bregantim
Psicanalista Clínico. Escreve sobre a alma e coisas simples. Simples assim.
Atende na clínica Reciclar Unidade II.

Nenhum comentário:

Postar um comentário