17.11.14

qual é a do sorriso?

quem passa manteiga no pão, com um belo sorriso no rosto? cercado de pessoas também sorridentes?
é cedo, café da manhã, ninguém sorri acordando cedo.

e shampoo?! quem toma banho sorrindo ao ensaboar os cabelos? 

e faxinar a casa? o produto é bom, ótimo, limpe logo o que está sujo e pronto. mas porque sorrir ao esfregar o chão?

afinal, qual é a do sorriso na publicidade?

por que precisamos desse estímulo para consumir qualquer tipo de produto?

dia desses estava na fila do banco, era uma atividade que ainda precisava se feito no caixa, e reparei no banner de publicidade dos serviços de caixa eletrônico do banco. um casal, a moça aguardava sorrindo, o rapaz que sacava dinheiro, sorrindo.

já fui nos caixas eletrônicos com minha esposa esperando. não sorrimos ao sacar dinheiro. aliás, agi automaticamente, afinal, era apenas uma atividade corriqueira.

assim como tomo banhos todos os dias e o máximo que faço é usar o pote de shampoo como um microfone fictício ao cantar belas canções de chuveiro.

café da manhã?! não obrigado, prefiro dormir dez minutos a mais… restando tempo apenas para uma xícara de café rápida. e mesmo que tivesse pão com manteiga, seria sem sorrisos. 

mas por que precisamos ver gente feliz, em qualquer situação, para optarmos por este ou aquele produto?

talvez seja o sorriso o alvo do nosso desejo. a felicidade a nossa busca.
talvez sejam essas as nossas demandas. o dia nos automatizou, nos tomou a sensibilidade de se encantar com o pouco. o detalhe.
talvez eu compre tal shampoo porque gostaria de sorrir como a atriz dos cabelos lisos e sedosos.

talvez escolhemos a manteiga qualy, porque qualidade de vida comece com qualy. e invejamos a ilusão da família reunida e feliz.

será essa a do sorriso?
__________
- Ev Melo
Idealizador e curador deste espaço. É uma pessoa rara, como outra qualquer.

Um comentário:

  1. Hey! Sobre o shampoo, me lembrou uma vez que meu priminho (ok, ele já passou dos 20... aiaiai), mas ainda criança (talvez uns 4 ou 5 aninhos), no supermecado, viu um shampoo e gritou "Mamãe, não é esse o shampoo que vc usa?" - era o pantene, com aquela moça de longos cabelos esvoaçantes na embalagem - "É sim Jojô, por quê?" "Porque no seu cabelo não tá funcionando!". Todos riram. E rimos até hoje e tiramos o barato da minha prima a Gil, mãe do Josué, o garoto :) - Nada como as crianças pra desfazerem a ilusão da mídia ;)

    ResponderExcluir